segunda-feira, 9 de novembro de 2009

CAMPANHA PELA LIBERAÇÃO DAS DROGAS

Como qualquer outro ser humano comum as vezes preciso de uma dose de realidade para enxergar o que acontece a minha volta.
Semana passada enquanto eu apresentava o meu programa Making off fui vítima de um assalto a minha casa, encontrei tudo revirado, é horrível ver suas coisas remexidas e levadas por alguém que vc nem imagina quem!!! Verifiquei todo o prejuízo, chamei a polícia, arrumei a bagunça deixada... fiz tudo que deveria ser feito.
No dia seguinte é delatada a mim a autora do assalto se trata de uma viciada, mas tentei não pensar mais nisso peguei uma revista de cortes de cabelo para talvez mudar meu visual, ligo a TV e vejo o Tom Zé no programa do Raul Gil falando sobre a realidade como só ele faz dae imediatamente lembrei do papo que tivemos com Tico Sta Cruz sobre acabarmos com a autocensura, sobre como seria bom a popularização da cultura e tal...
Em fim me dei conta de que não posso mais fingir que não está acontecendo, que não preciso mudar de visual mas sim de atitude, do opinião, de postura porque senão serei sempre uma vítima de uma situação que pode com certeza mudar.
Pior que ver minhas coisas roubadas que foram adiquirdas com trabalho e honestidade é saber que serão usadas para sustentar o vício de uma garota que com certeza não é feliz, além de ser uma peso para a família e a sociedade, que acabará presa ou morta mais cedo ou mais tarde.
O governo deve liberar as drogas o quanto antes, só assim é possível haver um controle!!! Será possível impedir que alguém morra de overdose, será possível impedir que aquele garoto não se torne um traficante pra ter grana pra comprar uma roupa bonita pra sair com a namorada, será possivel impedir que mais alguém seja assassinado por um assaltante viciado, será possível impedir que filhos roubem suas próprias mães para sustentar seu vício e será possível reduzir a violência consideravelmente.
Já havia comentado com colegas aqui dentro da putz que gostaria de trazer alguém para falar sobre o crack e aumentar a campanha de prevenção, foi praticamente uma premonição de que a próxima vítima dessa droga seria eu.
É rídiculo viver num mundo onde pessoas sejam controladas e robotizadas por elementos quimícos comercializados na ilegalidade sem os malditos impostos! E isso só acontece porque uma maioria vive na cegueira fingindo que não são vítimas também dessa situação.
Então esta agora é minha campanha: LIBERAÇÃO DAS DROGAS JÁ!
Tirem suas viseiras, saiam de cima dos muros, coloquem sua opinião não em busca de uma simples polêmica mas sim em busca de uma efetiva mudança.
(esta é uma posição minha e não da rádio ou de meus colegas)

4 comentários:

Everton Elektron disse...

Liberar as drogas?
Apocalipse a vista...
O consumo não vai diminuir nunca e para um usuario a contidade nunca chega, e a violencia só vai aumentar...
Traficantes de tiroteio por pontos de trafico,,mães vendendo bebes por uma coisa que cabe na palma da mão...
Liberar? já é liberada..vc que não notou, a policia so aprende o que é grande...
O controle nunca vai haver, e a companha veio muito tarde mas veio..
perde-se toda uma geração que não teve seu despertar espiritual

Seu Cossio disse...

"Os poderosos dizem para você não usar a erva porque ela o transforma em um rebelde... contra o quê?"
Bob Marley

É o seguinte: libera e vende na farmácia. O crack só surgiu por causa da necessidade de algo fácil de manipular (em qualquer beco se constrói uma fábrica de crack), barato, de efeito rápido e altamente viciante. Os jovens precisam de educação para as drogas, saber o que elas são e quais seus efeitos, sejam bons ou ruins. A partir daí cada um é livre para escolher o que quer da sua vida. As drogas sempre existiram e sempre existirão, cabe ao homem saber usa-las com responsabilidade.

Marcos disse...

Prazer, eu sou da policia federal-rs. Eu posso convidar meus companheiros para conversar um pouco mais sobre essa sua campanha pela liberação das drogas aí na radio, o que acha?

Sabrina Putzgrila disse...

Marcos vamos combinar então! Me escrev seria ótimo o ponto d vista d alguém q tem conhecimento empirico do assunto. É sério! Abras