terça-feira, 9 de setembro de 2008

Queria eu fazer como John Lennon

Você tem q trabalhar e estudar, trabalhar e estudar, trabalhar e estudar, trabalhar e estudar...o que há de mal?
Tudo e nada, depende muito do tipo de pessoas que há na sua volta, podemos ter bom humor e levar a vida na boa mas que é chato aguentar a soberda dos milhões de "juízes" que encontramos todos dias julgando seus atos, sua maneira de fAlaR, seu olhar, seu cheiro, o seu caminhar, onde você vai, com quem você fala, o que você come e até o seu cabelo, sem mais nem menos, tendo uma falsa noção de ter o poder de dizer como você deve viver (detalhe sem direito a "recurso").

STOP

LIBERDADE

Cair é na realidade é o que resta, minha receita de felicidade não é igual a sua e a sua com certeza não é igual a de ninguém mas que é um bom começo preocupar-se com a sua é.

Como disse Arnaldo Antunes em uma de suas canções: ' eu não acho mais graça nenhuma nesse ruído constante que fazem a fala das pessoas falando, cochichando, reclamando sem parar, com uma risada na minha orelha ou como uma abelha ou qualquer outra coisa pentelha; sobre as vidas alheias ou como elas estão cheias de tanto esconderem segredos que todo mundo já sabe ou se não sabe desconfia!
Eu não vou mais ficar parado aqui sozinho ouvindo eles falarem deles ou o que eles fariam se fosse com eles e o que eles não fazem de jeito nenhum como se interessasse a qualquer um!'


É o Arnaldo Antunes se chateou e muito a ponto de escrever esta música.

Queria eu fazer como John Lennon pegar meu filho e dar as costas ao mundo por 5 anos. Mas o pior é q não adiantou apareceu um "juiz" decretando o fim da vida dele.

3 comentários:

Seu Cossio disse...

É que as pessoas infelizes não suportam a felicidade alheia.

marcos disse...

aham...mané é quem fica metendo o bedelho onde ñ deve!!

mãe disse...

quem se preocupa com a vida dos outros para mim tá precisando se ocupar mais....ô falta do que fazer hein...vamos ser felizes como for, desde que respeitemos o próximo tá valendo!!!